Skip to main content

Random image

Hélvio LimaAcesse  <a href=" http://www.seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios">o site da revista</a>Acesse o site da  <a href="http://www.bibliotecas.ufu.br">Biblioteca</a>Foto Bloco J - UFUtestePintura

Início

O atual INSTITUTO DE ECONOMIA (IEUFU) teve origem no Departamento de Economia da UFU que, por sua vez, nasceu da antiga Faculdade de Ciências Econômicas de Uberlândia (maior e mais importante município da região do Triângulo Mineiro), fundada em 1962 (através do Decreto-lei 1842 de 05/12/62), passando a integrar a Universidade de Uberlândia, autorizada a funcionar em 1969 (Decreto-lei de 14/08/69). Com a federalização da Universidade em 1978 (Decreto-lei 6532 de 24/05/78), foram instituídos os Departamentos como suas unidades básicas e nessa nova estrutura organizacional, surgiram o Departamento de Economia e o Curso de Graduação em Ciências Econômicas.

Os primeiros anos da década de 80 marcaram uma importante renovação no Departamento e no Curso de Graduação. Com a contratação, via concurso público, de professores qualificados e com a reestruturação curricular - já inscrita no espírito da Resolução CFE 11/84, estabeleceram-se as condições para o avanço na produção intelectual dos corpos docente e discente, como assinalaram as pesquisas, monografias e trabalhos publicados. Assim, o Curso de Graduação em Ciências Econômicas alcançou reconhecimento nacional, estando entre os dez melhores do país, tendo alcançado o sexto lugar dentre os Cursos de Economia do país, em 1998.

Muito recentemente, em Agosto de 2008, o Conselho Universitário da UFU aprovou, mediante Resolução 24/2008, a criação do Curso de Graduação em Relações  Internacionais, que foi iniciado efetivamente em  Março de 2009.

O Programa de PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA (PPGE) contempla, no momento, o Curso de Mestrado em Economia e o Curso de Doutorado em Economia, aprovado pela CAPES (Coordenação de Acompanhamento de Pessoal de Nível Superior) em Dezembro de 2006. No último triênio de avaliação da CAPES obteve nota 4, equivalente a um conceito BOM, conforme indicado nos textos de referência do processo de avaliação daquela instituição.

O IEUFU vem, ao mesmo tempo, se adequando logística e institucionalmente. Neste sentido vem aprimorando o CEPES - Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Econômicos-Sociais (órgão complementar do IEUFU que possui 23 Técnicos Administrativos, sendo 14 técnico-administrativos de nível intermediário e 09 técnico-administrativos de nível superior) onde se desenvolvem atividades que, além de possuírem grande interface com as demandas da sociedade, dão suporte ao ensino, à pesquisa e a extensão. Criado em 1977, o CEPES calcula, mensalmente, o Índice de Preços ao Consumidor (Uberlândia) e elabora Outros Indicadores Sócio-Econômicos, contidos no nosso Banco de Dados. Com isso, tem-se mantido um importante elo com a comunidade local e regional, ao tempo em que se desenvolvem atividades junto a outros departamentos e unidades da própria Universidade, especialmente através de atividades interdisciplinares (como é o caso do projeto integrado nas áreas de agricultura e meio ambiente, financiado pelo CNPq). Igualmente, o IEUFU conta, hoje, com seis Núcleos de Pesquisas, os quais vêm dando suporte às atividades de Graduação e Pós-graduação. 
 

http://www.ie.ufu.br
ie@ufu.br
34 3239-4157